Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Mário Pereira

Clássico do dragão a marcar a agenda

Benfica e FC Porto: começa a contagem das espingardas

Mário Pereira 6 de Dezembro de 2014 às 00:30

Benfica a receber o Belenenses e FC Porto a visitar a Académica, neste sábado. Ora aqui estão dois jogos dos quais águias e dragões não têm boas recordações da época passada. Na Luz, a equipa de Jorge Jesus cedeu um empate caseiro (1-1) frente aos do Restelo. A formação portista fez ainda pior e perdeu em Coimbra (1-0), primeira derrota no campeonato da era Paulo Fonseca, sendo que terá sido aí o início da deriva que haveria de conduzir à saída precoce do treinador, coisa pouco usual na casa azul-e-branca.

Estes embates, de resto dois duelos com história no futebol português, vão ser marcados, indelevelmente, pela proximidade do grande clássico do próximo fim de semana, o FC Porto-Benfica. E marcados a vários níveis. Desde logo, pelas decisões dos treinadores, na gestão adequada das suas peças, tentando encontrar nestas o ponto de equilíbrio perfeito entre os planos físicos, emocionais e disciplinares; depois, os jogadores, divididos entre o empenho que pode determinar a escolha para os eleitos do grande jogo e a prudência que recomenda não colocar em causa a presença no mesmo; por fim, e sem que esta seja a ordem natural das coisas, pelas decisões dos árbitros.

Que na antecâmara dos clássicos jogam tradicionalmente à defesa, optando por decisões conservadoras, não vão elas servir de rastilho para um qualquer incêndio. Estratégia, aliás, já adotada no passado fim de semana. Conclusão: a contagem das espingardas para o clássico começa hoje. Se não começou já...

Benfica Belenenses FC Porto Luz Jorge Jesus Coimbra futebol desporto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)