Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Miguel Alexandre Ganhão

Descontrair após 2 meses de stress

Depois de confirmada a demissão do Novo Banco, nada melhor do que beber um gin e pensar em novos desafios profissionais.

Miguel Alexandre Ganhão(miguelganhao@cmjornal.pt) 18 de Setembro de 2014 às 00:30

A saída da equipa liderada por Vítor Bento, dois meses após a sua nomeação para a presidência do Novo Banco, apanhou todos de surpresa. Antecipada pelo ‘Expresso’, a confirmação chegou no próprio sábado.

Na segunda-feira, já liberto de preocupações, João Moreira Rato, que saiu da Agência do Crédito Público para ser o administrador financeiro do que restou do Banco Espírito Santo (BES), jantava a horas tardias no Guilty, um bar-restaurante ali mesmo ao lado da sede do BES, na rua Barata Salgueiro, em Lisboa. Moreira Rato bebeu uns gins e conversou animadamente noite dentro. Tem direito! É que, como o próprio Vítor Bento disse na sua mensagem de despedida aos colaboradores do banco, foram dois meses "desgastantes" em que a equipa de gestão resolveu "as questões mais complexas" e deixou a instituição preparada para uma "venda rápida".

Confirmado que está que, quer Vítor Bento, quer Moreira Rato, não regressam aos seus antigos postos de trabalho (presidente da SIBS e presidente do IGCP, respetivamente), é tempo de descontrair, reencontrar amizades e esperar novos desafios profissionais, que certamente não irão faltar a dois profissionais com a capacidade e as qualificações que possuem aqueles dois brilhantes economistas. 

Passos Coelho elogia discrição e dinamismo da esquadra da PSP

O primeiro-ministro sente-se protegido. Não em Massamá, mas na residência oficial em São Bento. A confiança é tanta que Passos resolveu louvar o subcomissário que comanda a esquadra da PSP encarregada da segurança do imóvel. O chefe do governo elogia a eficácia da vigilância que garante "a segurança física de todo o perímetro", mas enaltece também as faculdades humanas do polícia que "lidera com naturalidade, dinamismo e método, assumindo as suas exigentes funções de forma discreta, atenta e eficaz"... Está na calha a promoção.

O cromo da semana

Assunção Cristas mostrou, no Cartaxo, como se conduz um supertrator sem ter acidentes.  

Ver comentários