Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Miguel Alexandre Ganhão

Esquece, Passos!

Esta obsessão do PSD com o passado começa a dar sinais de paranoia.

Miguel Alexandre Ganhão(miguelganhao@cmjornal.pt) 28 de Janeiro de 2017 às 00:30
Esta obsessão do PSD com o passado começa a dar sinais de paranoia. Que importa que o défice de 2016 tenha sido conseguido à custa de medidas extraordinárias ou perdões fiscais? Afinal ficou, ou não, abaixo dos 2,3%? Se ficou, é seguir em frente e cara alegre.

Perguntar como foi, porque foi de uma ou outra maneira, mostra um ressabiamento que já deveria estar ultrapassado. Passos Coelho ganhou as eleições, é um facto, mas não conseguiu formar governo e agora o objetivo deve ser o de regressar ao poder no futuro com propostas que cativem os cidadãos, e não com lamúrias sobre factos passados (ainda por cima, factos que se apresentam como positivos).

Há quanto tempo é que o PSD não faz uma proposta inovadora em termos fiscais, de promoção da natalidade, ou nível da saúde e segurança?
Mesmo na questão da TSU, o PSD deixou-se ultrapassar em alternativas pela dinâmica do CDS-PP.

Passos, não estejas à espera que António Costa te peça nada. O que é preciso fazer é apresentar coisas novas. Que melhorem o nível de vida dos portugueses e estimulem a confiança no futuro. Será assim tão difícil?
PSD Passos Coelho TSU António Costa política partidos e movimentos economia negócios e finanças
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)