Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Miguel Azevedo

Ecos de um festival

Sam Smith chora demais, emociona-se demais, envolve-se e envolve demais os outros.

Miguel Azevedo 18 de Julho de 2015 às 00:30
Chorão...
Há um vilão no cinema que depois de partir a soco a cana do nariz de um dos seus guarda-costas lhe diz: "Eu não gosto de ti porque tu sangras demais". Lembrei-me desta frase, se calhar de forma despropositada, no decorrer do concerto de Sam Smith no Alive, porventura uma das boas surpresas do festival. Sam Smith chora demais, emociona-se demais, envolve-se e envolve demais os outros. Só que Sam Smith não é vilão, ele é vítima, vítima de amores e desamores, de namorados assumidos que não deram certo, vítima de dores no peito e de dores de corno. E como qualquer vítima destas coisas do coração, ele acolhe compaixão, admiração e solidariedade. Sam Smith chorou no palco do Alive porque a cada soco que leva no peito tem esta tendência para fazer uma canção mais arrebatadora do que a anterior. Isto, associado a uma voz poderosa, a falsetes que nunca falham, à postura de crooner e aos 23 aninhos, faz dele certamente o maior bebé chorão da música pop moderna. Mas quem é que não gosta?

Histórico...
À mesma hora em que no Palco Clubbing o DJ francês Etienne de Crécy fazia ‘barulho’, uns senhores chamados Jesus and Mary Chain tocavam no palco imediatamente ao lado, assinando um momento histórico no Alive ao tocarem na íntegra o álbum ‘Psycodandy’, um dos mais importantes discos dos anos 80 lançado numa altura em que 70 por cento do público que foi este ano ao Alive ainda não era nascido. Foi essencialmente um espetáculo de memórias, memórias de uma altura em que o rock era feito de forma pura e sem floreados. Por isso, foi como levar um soco no estômago de cada vez que passava um jovem de 18 aninhos e perguntava: "Quem são estes gajos?"
Sam Smith Palco Clubbing Etienne de Crécy Mary Chain Alive música festival
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)