Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Octávio Ribeiro

Pior ainda será possível?

Que governo sobreviverá ao génio pérfido de Marcelo?

Octávio Ribeiro(octavioribeiro@cmjornal.pt) 16 de Maio de 2015 às 00:30
A melhor propaganda a favor da restauração da monarquia é este desfiar de nomes pífios para candidatos presidenciais. Felizmente, o melhor argumento a favor da República é o pretendente ao trono, Duarte Pio. Estamos assim equilibrados sobre o abismo entre dois males. Olhemos para o que nos pode chegar em finais de janeiro. À esquerda, Sampaio da Nóvoa sai do casulo académico com asas de podemos e aromas gregos. Como se os euros brotassem com a primavera e o nosso sistema político fosse presidencialista. Nóvoa é um perigo que já contamina o discurso de Costa e está a retirar milhares de intenções de voto aos socialistas – efeito devastador do sorriso giocôndico de Guterres, com a insanidade soarista .

Olhemos para a direita. Eis Marcelo. Como ficará Portugal quando, sentado em Belém, Marcelo provar todo o seu génio constitucionalista? Que governo sobreviverá à sua volatilidade pérfida?

Depois, Rui Rio, um contabilista na linha de Cavaco, mas com total incapacidade na área de direitos, liberdades e garantias. Assim, caro Leitor, pior ainda será possível?
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)