Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Paulo Fonte

Compincha do futebol

Pode faltar muita coisa ao prisioneiro 44, mas bens materiais e inexistência de amigos não constam da lista.

Paulo Fonte(paulofonte@cmjornal.pt) 23 de Abril de 2015 às 00:30
Pode faltar muita coisa ao prisioneiro 44, mas bens materiais e inexistência de amigos não constam da lista. Depois de um ‘mãos-largas’, por sinal também detido, estar sempre disponível para abrir a carteira, agora um outro não descansa enquanto o homem acusado de um rol de crimes não veja o ‘seu’ Benfica no recato da cadeia de Évora. "Fundamental" para minorar os efeitos negativos de quem está recluso é os presos terem acesso aos canais de desporto por cabo, diz o compincha em questão, também ele ligado ao mundo dos futebóis e coerente na cor, adepto do FC Porto na intimidade, dirigente do Belenenses no dia a dia.

Rui Pedro Soares deseja com tanto fervor dar este presente ao amigo Sócrates que até se disponibiliza para pagar a conta da instalação dos canais. Num email enviado ao diretor-geral de Reinserção e Serviços Prisionais, avança com a ideia. Agora, desconhece-se se pretende comparticipar apenas a instalação na cadeia alentejana ou nos estabelecimentos prisionais de todo o país. Caso concretize a intenção, será uma boa maneira para vir a ter uma nota de rodapé na História, talvez recordado como o ‘pai dos presos’.
Sócrates Benfica cadeia Évora futebol FC Porto Rui Pedro Soares
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)