Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Paulo Fonte

Já foram magiares

Tudo o que a Hungria conseguir é um sucesso.

Paulo Fonte(paulofonte@cmjornal.pt) 29 de Maio de 2016 às 01:45
Longe vai o tempo em que o futebol húngaro encantava pela sua filigrana. Era a altura em que muitos - não vale rir - chamavam os jogadores de magiares, por serem "mágicos a jogar à bola".

Na realidade, o termo representa um grupo étnico originário dos Montes Urais, invasor da Europa Central e estabelecido na Bacia dos Cárpatos no século IX.

Quanto a futebol, Puskás foi o seu lídimo representante até 1956, antes de se transferir para o Real Madrid. A seleção tem andado arredada dos grandes palcos, em relação aos Europeus apenas participou nas primeiras quatro edições, entre 1960 e 1972.

No acesso ao Euro deste verão, no play-off deixou pelo caminho a Noruega. Tudo o que conseguirem na fase final da prova é lucro, jogarem sem pressão é bom para eles. Será para nós?
Montes Urais Europa Central Bacia dos Cárpatos Real Madrid Hungria Euro 2016 futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)