Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Pedro Santana Lopes

Descodificação do caos

Também na política acontecem erros em momentos decisivos, que têm influência na vida dos povos.

Pedro Santana Lopes 28 de Novembro de 2014 às 00:30

São feitas muitas comparações entre a política e o futebol. O que já aconteceu com o Sporting nesta Liga dos Campeões, em que um erro crasso de dois jogadores na partida fora contra o Maribor e, noutro plano, grave, no último minuto do jogo, também fora, contra o Schalke 04, tiraram três pontos ao Sporting e deram dois ao Schalke 04. Perante isto, a direção do Sporting tomou a iniciativa de impugnar o resultado do jogo contra o Schalke 04 com base no inqualificável erro da equipa de arbitragem russa. O órgão competente da UEFA veio dizer que não podia alterar resultados com base em erros de decisões de árbitros. Se, porventura, o Sporting não se apurasse para os oitavos de final da Liga dos Campeões, isso representaria um prejuízo, pelo menos, e à partida, de cerca de 14 milhões de euros. Só que o tempo não volta para trás e as regras são o que são. É por isso que há quem defenda a contribuição da tecnologia para afastar os erros crassos da arbitragem.

Também na política acontecem, por vezes, erros, em momentos decisivos, que têm uma influência muito pesada na vida dos povos. Por vezes, talvez apetecesse a algumas pessoas impugnar determinados resultados e pedir a repetição de eleições ocorridas há poucos ou alguns anos. Por vezes, na política, também há árbitros que cometem erros de apreciação grave e, tal como os árbitros do futebol, não são obrigados a dar uma explicação cabal sobre as suas decisões. Quem indemniza o Sporting pelo prejuízo sofrido? É que não é só prejuízo direto, não são só os lucros cessantes, são também os danos emergentes. Segundo as regras, ninguém. Na política, também é assim. O povo paga a fatura segundo a cotação da moeda, e quanto pior for a moeda mais alta é a fatura. E quem indemniza o povo? Ninguém também. É por isso que é preciso ter muito cuidado com as nomeações das equipas de arbitragem. Estar sempre atento, antes de essas escolhas serem feitas: pedir critério para haver isenção. É por isso também que é preciso muito cuidado com as escolhas que se fazem em eleições. Estar atento, estudar bem os perfis para se conhecer mesmo bem, nos seus defeitos e nas suas qualidades, quem pede para ser capitão de equipa ou para ser árbitro, que neste caso quer dizer, entre outras funções, para primeiro-ministro, para Presidente da República, para líderes partidários e para os outros altos cargos do Estado.

Cante Alentejano declarado Património Imaterial

Depois do fado (em 2011), Portugal acrescenta agora mais um dos seus valores culturais à lista do Património Imaterial da Humanidade: o Cante Alentejano. É um canto coletivo tradicional alentejano, sem instrumentos, que nasceu no campo, nas longas caminhadas dos trabalhadores, que saíam cedo das suas aldeias para estarem ao nascer do sol nos locais da monda ou da ceifa. Ontem, em Paris, na sede da Unesco – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, o Grupo Coral de Serpa celebrou o acontecimento cantando o tema "Alentejo, Alentejo". É sem dúvida imperdível passear pelo Alentejo e ouvir o cante da boca daqueles que mantêm viva uma herança cultural que reflete uma parte da história e identidade de Portugal.

Benfica com época comprometida

Mesmo que ganhe o campeonato nacional, o Benfica já ficou com a época comprometida. O presidente dos encarnados, Luís Filipe Vieira, terá ido ao balneário logo após a derrota com Zenit, na quarta-feira, para dar ânimo aos jogadores. É isso que se espera de um líder. Resta agora saber quais as consequências na equipa da Luz. Além disso, nas atuais circunstâncias do futebol português e dos grandes clubes nacionais, é sem dúvida um grande contratempo. Em contraste, o FC Porto reforça o seu estatuto entre os melhores da Europa e o Sporting mantém o sonho bem vivo de alcançar os oitavos da Champions. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)