Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Pedro Santana Lopes

Médico e príncipe

A história, a vida, o percurso de João Lobo Antunes merecem ser ensinados.

Pedro Santana Lopes 28 de Outubro de 2016 às 01:45
João Lobo Antunes é símbolo de excelência. Era um príncipe da Ciência e da Cultura. Nestes últimos anos da sua vida, até se afastar de algumas atividades, tivemos o privilégio, na Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, de o ter como presidente do júri das bolsas para as neurociências.

Era um verdadeiro escol o júri que ele dirigiu com habilidade e a generosidade que fazia questão de demonstrar quando sentia que a causa valia a pena. Ele percebeu, com a sua enorme superior inteligência, que valia a pena apoiar a causa de uma instituição como a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa se dedicar à investigação.

Enquanto primeiro-ministro, um dos Conselhos de Ministros extraordinários que efetuei teve lugar fora de Lisboa, no Convento da Herdade da Mitra da Universidade de Évora. Como foi um Conselho de Ministros de tema livre, de ponderação, de análise, de avaliação da situação do país, decidimos ter um convidado externo.

Aceitei logo a excelente sugestão de Nuno Morais Sarmento de ser o Professor Doutor João Lobo Antunes o convidado. Como calculam, é um momento muito raro num Conselho de Ministros, o órgão supremo de condução política de um país, ter alguém que não pertence ao Governo a transmitir ao primeiro-ministro e aos ministros a sua perspetiva sobre o presente e o futuro do país.

Lembro que João Lobo Antunes já tinha sido mandatário do Presidente Jorge Sampaio. Veio depois a sê-lo do Presidente Cavaco Silva. Ele estava, de facto, em muitos domínios, num patamar superior. Ninguém se atrevia a contestá-lo, a pô-lo em causa. Aqui, impunha-se o enorme respeito pelo dado objetivo do seu enorme valor, da sua superior capacidade e do que significava a missão que desempenhou a atender e a operar tantos que a ele recorreram para se salvar.

No momento em que na vida do mundo há tanta confusão de princípios e de valores, é bom destacar o exemplo deste Português de exceção. Nas escolas não se devem apresentar os exemplos só dos heróis dos grandes eventos distantes no tempo. É mais fácil para as crianças e para os jovens perceberem exemplos de individualidades fora do comum que tenham sido suas contemporâneas.

A história, a vida, o percurso de João Lobo Antunes merecem ser ensinados aos que se estão a formar. Não são só os poetas que merecem ser cantados. Um médico e um príncipe como João Lobo Antunes também deve ser sempre exaltado.

Lucky Luke festeja 70 anos
Já está a decorrer o 27º Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora, aquele que é o principal acontecimento do género em Portugal e um dos mais importantes da Europa. Este ano é dedicado ao tema ‘O Espaço e o Tempo na Banda Desenhada’ e tem atividades em vários locais da cidade, sendo que a programação central do Amadora BD realiza-se no Fórum Luís de Camões. Este ano, há uma celebração especial dos 70 anos do Lucky Luke, com uma exposição sobre o cowboy criado pelo belga Morris. Em destaque está também o autor Marco Mendes.

Também na grande área metropolitana de Lisboa, mais concretamente em Sintra, a visita ao News Museum é imperdível, para se ficar a conhecer a história das notícias em Portugal e no Mundo através de várias experiências inovadoras e tecnológicas.

Desafio no Manchester
Mourinho está perante um desafio. Segundo se diz, teve sempre o sonho de treinar o Manchester United e substituiu Van Gaal por causa dos maus resultados. Agora, é Mourinho que está com resultados ainda piores. Todos queremos acreditar que ele será capaz de dar a volta. Depois dos desenlaces do Real Madrid e do Chelsea, o desafio no United tem de acabar bem, mas é preciso que deem tempo ao grande treinador português.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)