Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Raul Vaz

Feriados há muitos…

Veremos como os pregoeiros da reversão emendam o mal que fizeram.

Raul Vaz 2 de Dezembro de 2016 às 00:30
Marcelo tem razão: o feriado "nunca deveria ter sido suspenso". O da independência e outros que foram cortados em tempo de pouca liberdade. Nunca deveríamos ter chegado ao patamar de bancarrota e, assim, sermos obrigados a entregar a nossa resistência nas mãos de credores, tecnocratas, agiotas da dependência.

Os que ontem saudaram, e bem, o regresso da independência estiveram calados nas trincheiras do resgate. Mas as coisas são o que são. Sendo que não é a mesma coisa cortar um feriado ou cortar a cabeça à liderança de uma instituição essencial para o bem público.

Como ontem se provou, a celebração está ao dispor de quem manda. Veremos como os pregoeiros da reversão vão emendar o mal que fizeram à Caixa. Não, não foram os que cortaram o 1º de Dezembro.
Marcelo 1º de Dezembro política feriados
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)