Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Reginaldo Rodrigues de Almeida

Passado e futuro

Nas sociedades modernas, nos países em vias de desenvolvimento e até naqueles que parecem parados no tempo, os automóveis são cada vez mais sinónimo de futuro.

Reginaldo Rodrigues de Almeida 24 de Setembro de 2017 às 00:30

Nas sociedades modernas, nos países em vias de desenvolvimento, e até naqueles que parecem parados no tempo, os automóveis são cada vez menos sinónimo de transporte eficaz e de futuro, seja pelas filas quase permanentes nas grandes urbes, seja pelas emissões de gases poluentes e consequente efeito tóxico dos céus, terras e mares (a poluição atmosférica mata e só na Europa, anualmente, ceifa quase cinco mil vidas).

Os veículos elétricos ganharam espaço no mercado e a comunidade científica continua a trabalhar para encontrar mais alternativas credíveis aos denominados combustíveis fósseis. O hidrogénio é uma forte possibilidade. Capitais do chamado primeiro mundo têm áreas de circulação vedadas a veículos a gasolina e a gasóleo e daqui a 20 anos muitas marcas prometem não vender veículos alimentados a combustíveis tradicionais.

Não temos dúvidas que é uma alteração inevitável e vantajosa para o ambiente. Resta saber se a alternativa será mesmo mais limpa e justa, ou se deixamos de morrer da doença, mas a cura também é duvidosa...

Europa ambiente questões sociais política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)