Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1

Ricardo Ramos

Uma questão de tempo

Os problemas de Temer ainda não acabaram.

Ricardo Ramos 2 de Agosto de 2017 às 00:30
Pela segunda vez em pouco mais de um ano, o Brasil corre o risco de ver um presidente submetido à humilhação de um julgamento no Congresso. Quase um ano depois de Dilma Rousseff ter perdido o mandato por manipular as contas do Estado, o seu sucessor Michel Temer ficará a saber nas próximas horas se será suspenso do cargo para ser julgado por um crime bastante mais grave, corrupção.

O desfecho da votação é incerto. Por incrível que pareça, após meses e meses de revelações, delações premiadas, gravações secretas e denúncias do Ministério Público, Temer pode ainda ter apoiantes suficientes na Câmara dos Deputados para evitar este julgamento.

A própria oposição hesita, e admite até faltar à votação para que a sessão seja cancelada por falta de quórum, só para não ver o presidente safar-se com facilidade.

No entanto, e mesmo que consiga sobreviver a esta votação, os problemas de Temer ainda não acabaram. Na calha, o Procurador-Geral Rodrigo Janot tem pelo menos mais uma acusação, por obstrução à Justiça, que será bastante mais difícil de rejeitar.

A queda de Temer poderá, assim, ser apenas uma questão de tempo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)