Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Ricardo Rio

Canto a Galicia

Mesmo separados, vivemos juntos, crescemos juntos e acabaremos juntos.

Ricardo Rio 26 de Fevereiro de 2016 às 00:35
No tempo em que ainda cruzávamos fronteiras, a mensagem aparecia clara mal se entrava em território espanhol: "Galiza é Portugal!".

Mais do que um agradável gesto de boas-vindas ou um impulso autonómico que merecesse estímulo, a dita inscrição traduzia fielmente uma ligação umbilical entre o Norte de Portugal e a Galiza que marcou e marca a vida das populações, unidas pela cultura, pela economia, pelo turismo, pelas afinidades pessoais que conflito algum conseguiu jamais pôr em causa.

Mesmo separados, vivemos juntos e crescemos juntos com a capacidade de levar a efeito projetos comuns em múltiplas dimensões. Juntos, percorremos os caminhos da fé que nos levam a Santiago. Juntos, zelamos pelo pulmão que encanta todos quantos podem desfrutar do Gerês-Xurés. Juntos, oferecemos ao mundo um território com múltiplos patrimónios da humanidade, com algumas das empresas mais inovadoras, com universidades na vanguarda das diversas áreas do saber.

Juntos, lutamos contra aqueles que nos tentam travar a ambição e nos tolhem os meios para sermos cada vez maiores e melhores. E por mais que nos queiram dividir, acabaremos sempre juntos, em frente a uma paella, a um bacalhau ou, até, a uma francesinha…
Galiza Portugal política
Ver comentários