Mérito só com bola?

Rui Hortelão

Mérito só com bola?

Será que o problema é ser-se português e não viver do futebol?
  • 0
  • 0
Por Rui Hortelão|06.06.16
  • partilhe
  • 0
  • 0
Os demagógicos do costume continuam a alimentar a inveja, a hipocrisia e a falta de ambição nacional.

Desta vez, por António Mexia ter falado do seu salário à ‘SÁBADO’. Comparou-o a um lateral-direito de um clube de meio da tabela e até houve um que se empoleirou por uns segundos de fama a comentar a comparação. Muitos cultivam o odioso contra quem ganha 6800 euros/dia por liderar uma empresa portuguesa, o maior pagador de impostos em Portugal.

Também se viu semelhante indignação contra António Horta-Osório, por receber um bónus de 9,5 milhões de euros. Para Cristiano Ronaldo, que, segundo a ‘Forbes’, em 2012 já ganhava 92300 euros/dia, só palmas. Como para Mourinho, que ganha agora 35616/dia.

Também nada se ouviu por, só em 2015, se terem vendido 489 carros por dia em Portugal. Quantos de marcas nacionais? Nem um, claro! E será que os críticos deixam de viajar nas lowcosts porque os seus gestores recebem milhões? Espera-se ainda que não tenham Facebook nem smartphone, não comprem na Zara nem na Amazon. É que os gestores e donos destas empresas estão entre os mais ricos do Mundo.  

Será que o problema é ser-se português e não viver do futebol?
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)