Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
9
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Rui Moreira

Espreitar

Tal como o voyeurismo primário do buraco da fechadura, atos destes fazem também parte da tal “natureza humana”.

Rui Moreira 31 de Maio de 2015 às 00:30

Numa conferência em que participei recentemente no Porto, partilhando a mesa de debate com Rui Massena e Jaime Nogueira Pinto, este último afirmou, a dada altura: "A natureza humana nunca mudou e nunca mudará. O que muda é a sociologia humana." De facto, assim é. As guerras, a maldade, mas também os atos heroicos e a genuína bondade, atravessam a História. Como o voyeurismo.

Espreitar pelo buraco da fechadura é um ato ancestralmente excitante que faz parte dessa "natureza" a que Jaime Nogueira Pinto se referia.

A internet e em particular as redes sociais apenas vieram, por isso, digitalizar o ato cobarde do abuso da imagem dos outros, para efeitos de consolo pessoal. O que também se percebe, mais uma vez, por ser humano.

Este abuso para consolo próprio, descrito na literatura e projetado desde sempre no imaginário humano, nada tem a ver, contudo, com outro tipo de abuso e de
uso da imagem que os meios tecnológicos vieram permitir ou, pelo menos, facilitar.

Refiro-me ao uso da imagem alheia para efeitos comerciais. Tal como o voyeurismo primário do buraco da fechadura, atos destes, porventura mais cruéis, calculistas e prejudiciais, fazem também parte da tal "natureza humana", que não mudou.

O que mudou foi a sociologia, que nos transportou digitalmente para um mundo muito mais imediato e onde passou a ser ainda mais fácil espreitar, mostrar o que se espreita e, até, usa-lo a favor do lucro.

Contudo, nem a rapidez dos bits com que se compõe uma imagem no Facebook, nem a facilidade com que se espreita por esses novos buracos de fechadura ilibam a culpa de quem o faz sem piedade.

Nem o ato facilitado, nem a eventual beleza da imagem usurpada e, sobretudo, usada, justificam essa sombria mas imutável faceta da "natureza humana".

Porto Jaime Nogueira Pinto Facebook questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)