Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Victor Bandarra

Ideologia de sénior

Jacinto, eterno sem-partido e entrado na velhice, resiste a modernices e assume-se como “socialista” em qualquer discussão entre amigos.

Victor Bandarra 25 de Novembro de 2021 às 16:00
Cada vez se discute mais sobre política, politiquices, economia e finanças e cada vez menos sobre as grandes ideologias. Jacinto, eterno sem-partido e entrado na velhice, resiste a modernices e assume-se como “socialista” em qualquer discussão entre amigos. Alguns deles sorriem. “Jacinto! Já não se usam as ideologias!” Liberalismo, nacionalismo, socialismo, democracia-cristã, marxismo-leninismo foi chão que deu uvas. Ter ideologia não é funcional nos dias que vão escorrendo. ‘O Fim da Ideologia’, de Daniel Bell, fez sucesso nos anos 60 em plena erupção no Ocidente das chamadas “sociedades do bem-estar”. Defendia que ter ideologia não interessa a ninguém nem traz a felicidade. Jacinto torce o nariz a estas teorias do fim das ideologias, da História e até do sucesso do liberalismo económico capitalista. “Antigamente, ser liberal era ser de Esquerda! Agora é apenas uma iniciativa à Direita...”

Ao longo dos anos, os partidos portugueses têm perdido militantes e... ideologia. Jacinto inventou os seus testes sobre ideologias. Aos militantes do Partido Socialista faz sempre a pergunta. “Então é socialista?” Muitos embatucam. “Eu?! Socialista?! Bom, sou PS!” Nem sequer “sou do PS”, apenas “sou PS”. E quando, com ar ingénuo, pergunta a militantes do PSD se são sociais-democratas, nem sequer há resposta, apenas encolher de ombros. “Social-democrata?! O que é isso? O que é que isso interessa?” Aliás, constata-se que já nem os militantes do PCP se assumem como marxistas-leninistas, até porque... não é funcional. E é ainda menos funcional que os jovens do CDS invoquem a matriz democrata-cristã do “velho” CDS. Quanto ao Chega, entendidos apontam um partido populista de direita liberal-conservador. Pergunte-se a qualquer militante do Chega, ou até a André Ventura, se percebe o que é que isso quer dizer!

No calor da discussão sobre ideologias, Jacinto é encostado à parede por um amigo de 50 e picos anos armado ao pingarelho. “Ó Jacinto! É o que dá já ter entrado na Terceira Idade!” Jacinto não se descose. “Meu jovem! Já não se pode dizer Terceira Idade! É política e socialmente incorrecto!” Então, o Jacinto é o quê? “Meu amigo! Já me chamaram mais velho, depois velho, depois idoso...” E agora? “Agora chamam-me... sénior! Fica pois a saber que tenho uma ideologia de sénior e ainda jogo na equipa principal!”
Victor Bandarra opinião
Ver comentários