Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Vítor Baía

Mãos à obra

Possível ausência de Pepe pode ser uma má notícia para Portugal.

Vítor Baía 6 de Julho de 2016 às 01:45
O duelo Cristiano Ronaldo-Gareth Bale nada interessa. Fica para segundo plano. Em jogo está um lugar na final no Campeonato da Europa de futebol. Portugal enfrenta hoje uma equipa que já demonstrou ter muita agressividade e dinâmica competitiva. É preciso pôr mãos à obra e agarrar o jogo. A seleção nacional terá obrigatoriamente de fazer mais e melhor do que o País de Gales e só assim pode continuar a acreditar.

Para manter este sonho vivo, Fernando Santos pode ser muito importante. Até porque esta está a ser uma das campanhas mais inteligentes de sempre da Seleção numa fase final de uma grande competição. O selecionador nacional soube reconhecer e assumir as fraquezas da equipa e torná-las em atributos.

Nesse sentido, a possível ausência de Pepe pode, de facto, ser uma má notícia para Portugal e para os portugueses. Tem sido ele, globalmente, o jogador mais influente da equipa neste Europeu. O jogador onde tem começado, muitas vezes, o sucesso da seleção portuguesa em solo francês. Um verdadeiro monstro na defesa.

Seja como for, com ou sem Pepe, Portugal tem condições para seguir em frente e estar na final de domingo. É preciso é lutar até ao fim.
Cristiano Ronaldo Gareth Bale Portugal País de Gales Fernando Santos Pepe futebol Euro 2016
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)