Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Vítor Baía

Tempo de ser grande

Sentimos que podemos ir longe.

Vítor Baía 25 de Junho de 2016 às 00:30
A fase decisiva do Campeonato da Europa começa agora, com jogos a eliminar. É tempo de quem tem pretensões a ser grande dar um passo em frente. A seleção portuguesa tem hoje um grande desafio, um enorme desafio e por isso tem de mostrar que é grande. E ser grande é jogar com alma, com coração, com sentimento e com coragem. Jogar com a força de 11 milhões que estão em casa, mais uns 5 ou 6 que que andam pelo Mundo, e sabe-se lá mais quantos que, pela comunhão da língua, torcem por Portugal mesmo não sendo portugueses. Os nossos jogadores têm de sentir essa energia, pois estou certo de que eles estão conscientes de que podem fazer história. E mais do que isso, de que querem fazer história. Olhamos para o calendário e, com o respeito que todas as outras seleções nos merecem, sentimos que é possível chegar até ao fim. Por isso, a oportunidade é de ouro. Para ganhar à Croácia, uma seleção que está a mostrar do melhor futebol que este campeonato europeu tem visto, a receita não pode ser outra: apostar na equipa certa e esperar o melhor de cada um. Em suma, sermos perfeitos.
Vítor Baía opinião
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)