Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

A bolha

A garantia de Vieira da Silva prova que há ministros a viver na ‘bolha’.

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 1 de Junho de 2021 às 00:31
A realização da final da Liga Milionária no Porto foi bom para a economia e um grande cartaz de promoção do Porto junto no mercado britânico, um emissor fundamental de turistas. O turismo é a exportação portuguesa mais importante e a que gera mais valor produzido no País.

Além da cobertura mediática tradicional de um dos eventos desportivos mais importantes do ano, as fotos que adeptos e jogadores colocaram em redes sociais acabam por ser um chamariz que reforça a marca de importantes destinos de Portugal.

Contudo, a importância económica do evento não desculpa o que correu mal. António Costa explicou ontem que 20% dos adeptos não respeitaram a ‘bolha’.

Mas parece que quem vive na ‘bolha’ são os membros do Governo. A ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, tinha garantido que as pessoas que viessem à final da Liga dos Campeões vinham e regressavam no mesmo dia, “com teste feito e em situação de ‘bolha’, em voo charter, deslocação para duas zonas de espera de adeptos, daí para o estádio e depois do jogo de volta para o aeroporto”. Pouco tempo depois desta cândida afirmação, os factos desmentiam a ministra. Estes episódios contribuem para desacreditar , ainda mais, a autoridade do Estado. 



País Liga Milionária no Porto Porto desporto futebol economia negócios e finanças turismo
Ver comentários