Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9
28 de Janeiro de 2012 às 01:00

Felizmente, há Juliette Gréco para nos explicar que, aos 84 anos, é possível cantar menos e dizer mais, assinando ainda assim um disco deslumbrante sobre Paris e as suas pontes, as que vemos e as que sonhamos para desafiar a alma. ‘Ça se Traverse et C'est Beau...' é isso mesmo: uma travessia de estilos, ambientes e companhias como Melody Gardot e Marc Lavoine.

Isto se contarmos que o arquitecto e compositor continua a ser Gerard Jouannest, parceiro fiel de Brel, parceiro feliz (e marido) de Gréco. Antes do resto, a árvore vive de pé. Download disponível em www.t411.me .

Ver comentários