Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Manuel Catarino

A burla das 'swap'

Alves dos Reis mandou imprimir na tipografia britânica que servia o Banco de Portugal várias remessas de notas de 500 escudos - para proveito próprio e sem grande prejuízo da fazenda.

Manuel Catarino 23 de Abril de 2013 às 01:00

Foi trancado na cadeia. Morreu louco e na miséria. Teve como única consolação o reconhecimento como o mais engenhoso dos burlões. Portugal atingiu um novo patamar. As burlas já não são o que eram. É o tempo das ‘swap' - um seguro contra a subida de juros inventado pela alta finança.

Gestores das nossas empresas públicas de transportes compraram ‘swap' - sem lhes ocorrer que o negócio só podia ser bom para banqueiros. O prejuízo vai em quase 4 mil milhões. Alves dos Reis acaba de ser reabilitado.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)