Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6
7 de Dezembro de 2004 às 00:00
A partir do momento em que a Casa já não tem nada para lhe dar e vice-versa, decide sair e esteve certíssima na sua atitude.
A saída de Cinha da ‘Quinta das Celebridades’, volto a frisar, foi pois um acto de coragem e não uma cobardia, como muitos tentam fazer parecer. Ela ficou muito dividida entre continuar lá dentro, e manter-se no jogo, ou sair para dar apoio à família. Cinha é pai e mãe ao mesmo tempo e a visita das filhas à Herdade da Baracha deve ter acelerado a sua decisão. Apesar das filhas lhe terem dado alento para que continuasse, Cinha deve ter visto no brilho do olhar delas que estava na altura de voltar para casa.
Fico feliz por ela, mas noto que a casa ficou mais triste. Perdeu brilho e ‘glamour’. No fundo, o que acontece é que há menos mulheres em jogo e por isso mesmo a casa está mais triste.
E por falar em mulheres, destaco novamente a elegância de Júlia Pinheiro. Finalmente, a apresentadora da ‘Quinta das Celebridades’ encontrou o equilíbrio perfeito num estilo jovem que fica muito bem e favorece a sua silhueta. Para mais, na apresentação do ‘reality show’, Júlia Pinheiro continua como no primeiro dia, irrepreensível...
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)