Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9
3 de Novembro de 2010 às 00:30

Somos um país pequeno e periférico, que pouco ou nada pode fazer quando situações graves à escala global acontecem. Portugal é um país vulnerável com uma economia débil em que qualquer pequena crise resultante das questões internacionais, do mercado internacional, nos traz grandes dificuldades. Este ou outro Governo, fosse de que partido fosse, não conseguiria ultrapassar este problema, e é bom que as pessoas percebam isso. Bruxelas e os especuladores financeiros internacionais condicionam estes momentos de insegurança que se vivem e que obrigam a esta situação. É incompreensível que a Europa não ajude os países com mais dificuldades, como acontece com Portugal, emprestando dinheiro aos Estados e os deixe entregues à especulação financeira internacional.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)