Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
1 de Agosto de 2003 às 00:00
A história roda, claro, em torno de Bruce Nolan (Jim Carrey), a quem tudo corre mal e só resta o amor incondicional da sua namorada Grace (Jennifer Aniston).
Jornalista da TV, Bruce sonha apenas ser o pivot do noticiário da noite, mas enquanto esse dia não chega só lhe resta desesperar. Farto de ser perseguido pelo azar, Bruce convence-se que Deus é o responsável pelos 'desaires' da sua vida. Cansado de o ouvir, Deus (papel interpretado por Morgan Freeman) decide dar-lhe uma lição: durante sete dias, o jornalista vai 'vestir a pele' de 'Todo-Poderoso', para provar que é capaz de fazer melhor. Mas Bruce está pouco preocupado com os problemas do Mundo e deixa de prestar atenção à namorada, limitando-se a investir na carreira. Quando finalmente se apercebe que Grace era a única pessoa que o fazia feliz, descobre que já é tarde de mais...
'Bruce, o Todo Poderoso' é uma comédia deliciosa, produzida e realizada por Tom Shadyac - cineasta que já trabalhou com Carrey nas comédias 'Ace Ventura' e 'O Mentiroso Compulsivo' -, feita à medida de um dos cómicos mais talentosos da actualidade.
Ver comentários