Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
17 de Junho de 2010 às 00:30

Deco, em vez de cumprimentar o seleccionador da Costa do Marfim por o ter banalizado, atirou-se ao português, o que faz do número 10 um verdadeiro assimilado cultural.

Cristiano Ronaldo, escolhido para melhor jogador do encontro pela FIFA, não conseguiu abrir o frasco de ketchup de onde hão-de jorrar os golos da sua autoria.

Ronaldo tem-se, aliás, especializado em frases publicitárias e já não sabemos quando fala ou quando recita.

Mas, na verdade, o que se espera dele fora das conferências de imprensa, é que marque uns golitos.

Mesmo que seja aos soluços.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)