Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
15 de Julho de 2005 às 00:00
É compreensível que António Costa faça tudo para evitar alarmes. Mas a frase curta do ministro, mesmo repetida nos próximos dias, não apaga aquilo que ele está farto de saber pelos relatórios do SIS: Portugal está na rota do terrorismo – e os ataques terroristas em Londres obrigaram o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras a antecipar o desmantelamento de uma rede que fornecia identidades falsas a gente muito suspeita.
Ver comentários