Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
21 de Maio de 2011 às 00:30

A emoção vai ser grande nestes 15 dias de muitos comícios, muita estrada e – quem sabe? – muitos casos. Como é costume às segundas e sextas, a TVI divulgou ontem mais um estudo de opinião. O PSD mantém-se à frente, com 35,7%, mas desce 0,4% em relação à sondagem de segunda. O PS aparece com 34,1%, menos 1,3 %, o CDS tem 12, 8%, sobe dois décimos e resiste aos apelos ao voto útil das bandas dos laranjas, a CDU mantém os 7,5% e o Bloco consegue subir de 6,2% para 6,8%.

Vai ser uma emoção até ao fim, com o PS de Sócrates a resistir como nunca se esperaria, o PSD a ter muita dificuldade em descolar, o CDS a mostrar que, pelo menos até agora, não surtiu efeito a campanha do voto útil no PSD e BE e CDU a lutarem com todas as suas forças contra o voto útil no PS. No meio deste enorme desatino, está visto que a campanha eleitoral vai durar até ao último segundo do dia 3 de Junho.

PARTIDO DOS ANIMAIS: HOJE HÁ FEIJOADA DE LEITÃO

É um prato da Bairrada e aproveita as partes menos nobres do leitão assado. Com a crise, nada melhor do que comer o leitão até ao último ossinho. Aqui vai a receita: dentes de alho, azeite português, banha, sal, pimenta branca e preta, cebola, cabeça, pés e perna do leitão assado, vinho branco – o tal que Catroga, de férias, quer aumentar –, feijão-manteiga ou preto e uma folha de louro. Coma agora, vote depois.

OS MARKETEIROS: A REJEIÇÃO DE SÓCRATES

Os marketeiros do PS têm uma enorme dor de cabeça. O PSD não consegue descolar nas sondagens, está longe da maioria absoluta, mas os socialistas não conseguem aproveitar os tiros nos pés dados pelos social--democratas. E a principal razão chama-se Sócrates e a rejeição que provoca em muita gente.

A FUGA: CORRA PARA AS PORTAS DO SOL

Madrid fica aqui tão perto... Pode ir de avião, comboio ou de automóvel. Corra para a capital espanhola e, se puder, fique por lá. Junte-se aos milhares de espanhóis que não arredam pé da Praça do Sol. Protestam contra o sistema político e nem a polícia se atreve a correr com eles. Proteste também. Viva a Ibéria.

A PALAVRA: IMPOSTOS

A execução orçamental até Abril mostra que os objectivos estão a ser cumpridos. É verdade. Mas o registo mais importante é para a subida das receitas fiscais, já que os cortes nos ordenados dos funcionários públicos obviamente que reduzem a despesa. Os impostos são uma triste sina nacional e há muitos anos que nenhum Governo os diminui. Todos prometem mas quando chegam ao poder fazem exactamente o contrário. Aconteceu assim em 2002 com Durão Barroso e o seu célebre choque fiscal. Aconteceu assim com Sócrates em 2005 com as promessas de redução da carga fiscal. É o Bloco Central. Promete mas não faz.

MAIS E MENOS

POSITIVO

PAULO PORTAS - O líder do CDS prometeu fazer uma campanha austera e gastar ainda menos dinheiro do que em 2009. Veremos se consegue cumprir essa promessa. Mas, para já, a intenção é boa e os eleitores poderão ver na rua se as palavras batem certo com a realidade.

NEGATIVO

PEDRO PASSOS COELHO - O presidente do PSD acusou o PS de ter promovido o maior aumento de impostos da Europa. É verdade. Mas esqueceu-se de pedir outra vez desculpa aos portugueses. Por uma razão simples. Todas as subidas tiveram o aval do PSD. Nos PEC e nos Orçamentos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)