Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

A máquina eficaz

Dizer que o equilíbrio das contas públicas é um sucesso quando se apresenta um défice de 4,9% do PIB é um exagero.

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 1 de Abril de 2014 às 00:30

O número ontem revelado pelo INE é melhor do que o previsto, mas o registo foi alcançado graças ao encaixe extraordinário do perdão fiscal.

O Estado só conseguiu melhorar as contas cortando a torto e a direito na despesa, sacrificando salários da Função Pública e pensões, e aumentando brutalmente a pressão fiscal. Com um sistema informático eficiente, o Fisco tornou-se a máquina mais eficaz do Estado sedento de receitas.

O INE confirma que em 2013 os impostos sobre o rendimento e o património aumentaram 4,25 mil milhões de euros, dinheiro que faz muita falta na economia real para gerar empregos.

máquina eficaz dinheiro contas públicas défice
Ver comentários