Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
3 de Novembro de 2005 às 00:00
A notícia tem pormenores giros, pois tem. A polícia anda a investigar as relações do construtor Américo Santo com a Câmara de Cascais, no tempo de José Luís Judas. Apareceu uma lista de prendas do empreiteiro a gente grada e, daí, a busca à casa de Coelho. Parece que à procura de caríssimo tabuleiro de xadrez.
Resumindo: é uma história que mete um Santo, um ex-ministro, um ex-sindicalista caviar, bispos, reis e rainhas, um xadrez-xadrez e xadrez como pano de fundo. Mas isso, para mim, são tremoços. A minha surpresa é esta: a PJ vai à casa de alguém a 24 e não se sabe a 23?!!!
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)