Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

A pesada carga fiscal

Um relatório da OCDE diz que o factor trabalho é dos menos tributados entre os países da organização que agrupa as trinta maiores economias do Mundo. Esse documento aponta como exemplo uma pessoa solteira sem filhos, com o rendimento médio da economia local, e chega à conclusão de que esse trabalhador pagou 22% do rendimento bruto em IRS e contribuições para a Segurança Social, o que compara com mais de 40% na Alemanha, Bélgica e Dinamarca. A acreditar no relatório, Portugal até parece um paraíso fiscal. Mas as estatísticas, mesmo as oficiais e de entidades respeitadas, podem ser enganadoras.

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 13 de Maio de 2009 às 00:30

Os portugueses não pagam poucos impostos porque existe uma baixa tributação na economia, pagam menos impostos do que os trabalhadores dos países mais ricos porque recebem muito menos. Não é justo comparar os impostos pagos por quem recebe 600 euros com a tributação de uma pessoa que ganha dois mil. A pressão fiscal em Portugal já é elevada, mais de um terço da riqueza produzida reverte para a máquina fiscal, e a má notícia é de que nos próximos anos a tributação fiscal vai aumentar. O descalabro do défice e o aumento do endividamento público vão ter de ser pagos pelos contribuintes. Mas esta verdade inconveniente não será anunciada antes das eleições.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)