Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4
5 de Outubro de 2008 às 00:30

Embora longe da época pascal, a crise trouxe consigo o milagre da ressurreição de ideias que o bom senso julgava definitivamente finadas – Baptista Bastos, por exemplo, chegou a falar nos "vaticínios de Lenine" indiciando que as suas carências básicas não se preenchem apenas com casas camarárias. A esquerda ideologicamente mais caduca julgou ter encontrado o Viagra político para se estimular com devaneios da sua juventude. Mário Lino jurava que ‘jamais’ as obras públicas faraónicas seriam repensadas e havia quem exigisse o corte com o Banco Central Europeu.

Entretanto, a presidente do PSD pediu uma audiência de urgência a Cavaco Silva. Seria a crise, a insegurança? Nada disso – Ferreira Leite foi a Belém falar do Kosovo!

Só não percebi, ainda, se o caso revela apenas um distanciamento da realidade quase irremediável ou se já podemos concluir que esta é a liderança mais inábil da história do PSD.

 

 

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)