Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
7 de Janeiro de 2005 às 00:00
Este resultado é, para já uma vitória para um piloto que ao fim de 11 anos de ligação à Mitsubishi e apesar do apoio da marca em Portugal, foi uma carta fora do baralho que a Mitsubishi Motorsport decidiu jogar este ano. O lugar no Team Dessoude foi o menos mau para quem pensou que “parar é morrer, embora o Campeão do Mundo de 2004 e vencedor da Taça da Europa de Bajas em 2003 e 2004 tivesse que optar por uma Pick Up com três anos de concepção, longe de ser um veículo de ponta, apesar de ter sido evoluída ao longo do tempo, melhorando em termos de fiabilidade e de potência – graças ao novo motor –, embora esteja penalizada ao nível da velocidade de ponta, do peso e sobretudo por utilizar uma suspensão traseira do tipo eixo-rígido, algo de que Carlos Sousa já nem se lembraria porque estava habituado às suspensões independentes da Strakar ou do Evolution 2 que utilizou no ano passado.
Mas, apesar de tudo, contra ventos e marés, chegou a Tichit entre os primeiros, apenas perdendo para os “invencíveis” Mitsubishi, para o BMW X5 do fantástico Al-Attyiah e para o VW Race Touareg de Jutta Kleinshimidt. A partir de agora, se a sorte ajudar, as coisas só podem melhorar...
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)