Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6
11 de Novembro de 2006 às 00:00
Um exemplo é Luiz Felipe Scolari, com os bons resultados que tem conseguido para Portugal (enfim, mais ou menos). Scolari escolheu Novembro para jogar com o Cazaquistão.
Tinha de escolher uma data qualquer, dir-me-ão. Justamente, não. No futebol tudo conta quando se trata de minar a vontade do adversário.
Ora Novembro é a data da estreia europeia do filme ‘Aprenda Cultura da América para Fazer Benefício Glorioso à Nação do Cazaquistão’, um filme do falso repórter ‘Borat’, que goza com o pobre país. Na quarta, vamos defrontar uma equipa cheia de complexos de inferioridade.
Ver comentários