Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5
2 de Julho de 2010 às 00:30

Mas quase ninguém liga à alta eficiência laranja. Após ver que não enfrentaria os espanhóis, a opinião verde-amarela entrou em letargia. Repassa jogos antigos, refugia-se em semelhanças. "A força da defesa, o talento do meio de campo, a valorização da posse de bola e a dependência dos contra-ataques." As ruas não ignoram o avanço de Dunga. E mal sabem o que pensar da Holanda.

A batalha de selecções está pois em aberto. Ambas sobreviveram a rivais fracos. Em poucos minutos, o treinador poderá voltar a ser uma besta. Ou então o novo génio da lâmpada. No relvado, só a alquimia selvagem da vitória continua imbatível.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)