Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
13 de Abril de 2010 às 00:30

Serão 73 euros por cada súbdito que ainda tem o azar de viver nesta santa terra. É evidente que o País vai endividar-se ainda mais para pagar aos gregos e o défice de 8,3 % das contas do Estado previsto pelo Executivo do senhor engenheiro relativo já era. Com sorte, o buraco subirá para 8,8 %. Mas a vingança lusa promete ser terrível e os gregos bem podem pedir mais uns milhões de euros emprestados quando chegar a nossa hora. No estado a que isto chegou, dentro de pouco tempo chegará a vez de Lisboa estender a mão. E aí é que os gregos vão ver que a nossa tragédia é bem maior do que a deles. Bem-feita! O último a pedir é quem pede melhor.

Ver comentários