Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Abrir a porta

Não sei o que me incomoda mais com os últimos números da execução orçamental: se os números propriamente ditos; se o espanto que o governo mostrou perante eles. Será que Vítor Gaspar acreditava mesmo que as medidas de austeridade levariam a uma subida da receita fiscal?

João Pereira Coutinho 24 de Junho de 2012 às 01:00

Em caso afirmativo, é possível imaginar tudo. Até novas medidas de austeridade sobre os portugueses – mais impostos, mais cortes nos subsídios dos privados – um caminho de ruína que permitirá ao país chegar ao final do ano de rastos mas com um défice de 4,5% para mostrar aos parceiros europeus. Isto não seria apenas um crime; como dizia o outro, seria um erro: Espanha, Grécia e até Irlanda já abriram a porta para renegociar os respectivos programas de ajuda. A única coisa que se espera deste governo é que siga o exemplo dos seus irmãos pedintes e se junte a eles para uma conversa séria sobre prazos e outras metas. Fechar esta porta é asfixiar o país.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)