Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
2 de Julho de 2007 às 00:00
A campanha não está a fazer-se no confronto frontal entre projectos diferentes para a requalificação da cidade, antes parecendo que tudo se passa no melhor dos mundos, evitando a maioria das candidaturas enfrentar-se perante o eleitorado, como se houvesse um acordo tácito para que não se debatam a fundo os respectivos programas, de modo a permitir que o eleitor, ao depositar na urna a sua ‘arma’ que é o voto, o faça depois de devidamente esclarecido: da discussão nasceria a luz, como sempre o desejou o candidato de que sou mandatário ao propor debates nas televisões, que não ocorreram.
Tal como tudo se está a passar a vantagem será da águia, que retomará a sua única cabeça num acordo post-eleitoral do qual pode resultar que pouco mude para que tudo continue na mesma. Experimente o leitor somar as intenções de voto apuradas pelas sondagens e verá como nos arriscamos a cair no ledo engano da águia...
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)