Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
29 de Junho de 2004 às 00:44
Ainda não acabou o Euro’2004 e já começou outro campeonato. O do FC Porto frente ao Benfica. Dito desta forma tão linear, estamos perante o cão que mordeu o homem, o que corresponde à negação da notícia. Apesar das intromissões do Sporting, a verdade é que a rivalidade maior, neste momento, é entre o clube da águia e do dragão, até porque, como já sublinhei noutros comentários, aqui ou na televisão (SIC), o FC Porto está muito próximo de poder alcançar, quantitativamente, a hegemonia do Benfica. Basta para isso que ganhe todos os títulos oficiais de carácter nacional nos próximos três anos, o que, com a saída de Mourinho, é muito menos do que um dado adquirido.
Este confronto entre PC e JV estava anunciado. Desde o final da época passada, como fiz questão de mencionar publicamente.
Não sei porque bulas, Pinto da Costa, apesar dos prós e contras, observou oportunidade em conceder uma entrevista a ‘O Jogo’, jornal que vai dando notícias, o que é muito bom, ao contrário de outros que se converteram em pintores de primeira página, o que significa que nem sempre a babadura e a subserviência têm os seus créditos. Talvez um dia, quando Pinto da Costa achar, mestre na arte de manipular os órgãos de comunicação social (felizmente, nem todos...), faça a sua concessãozita para equilibrar as coisas. Sem queimadas absolutas.
A sensação que se colhe é que Pinto da Costa está nervoso com a entrada de José Veiga no Benfica. Quando alguém não nos merece a atenção devida, mesmo que seja por medo (como num caso que conheço), temos duas hipóteses: ou não respondemos ou fazemo-lo de modo a que o destinatário (pelo menos) compreenda.
Pinto da Costa foi mais longe: depois de dedicar um autêntico panegírico a Valentim Loureiro e Pinto de Sousa, o que deve ter o seu significado, sobretudo agora que não se percebe o que vai acontecer, politicamente, a este País, decidiu atacar José Veiga, o homem que vai tentar provar que, sem Mourinho e alguns jogadores de referência, não basta ao FC Porto ter Pinto da Costa.
O presidente dos portistas confessou que Filipe Vieira lhe terá dito que ‘ele [Veiga] não passava da estátua do Eusébio. Pinto da Costa disse, igualmente, a razão pela qual tinha cortado relações com o seu filho Alexandre. Esperaria Pinto da Costa, campeão da Europa de clubes, que não haveria resposta? PC diz que não gosta de guerras, internas ou externas. PC diz muita coisa mas a bota não dá (na prática) com a perdigota. Como por exemplo nas relações com o Boavista. Primeiro, João Loureiro representava tudo o que havia de mau à superfície da terra. Agora, é um aliado de respeito. Os conflitos duros e violentos com Valentim Loureiro como presidente da Liga estão na memória de todos. Agora, ‘Valentim é a quem mais o futebol deve’, defendendo que tem legitimidade para não se demitir da Liga.. Não sei se é por uma questão de solidariedade, não seu se é por causa das notícias do ‘Expresso’, a verdade é que Pinto da Costa está, claramente, a reunir as tropas. Contra alguma comunicação social (aquela que não lhe faz os fretes) e contra José Veiga.
Pinto da Costa escusava de ser chamado de mentiroso pelo próprio filho, que se considerou ‘enojado’ com as declarações do pai. Veiga vai mais longe: ‘para quem dizia que não tinha contas no estrangeiro ficou provado, pelo menos pela boca dele, que tem uma conta no estrangeiro. Seria importante saber quando é que abriu essa conta no Luxemburgo e se não o fez numa altura em que uma sua empresa tinha falido e vivido em dificuldades’. Talvez este assunto merecesse ser investigado, sem nenhuma sanha persecutória. Veiga diz que Pinto da Costa mente como respira – é o problema de muita gente.
Continuo a questionar-me: por que razão – em pleno Euro’2004 – Pinto da Costa concede uma entrevista a ‘O Jogo’ e o mesmo jornal (muito bem!) concede espaço para o visado responder? Se Mourinho disse a Veiga que este será campeão no Benfica, das duas uma: ou não acredita na omnipresença de Pinto da Costa ou acha que, sem ele e sem outros jogadores de referência, Del Neri vai atravessar o deserto.
O ‘clássico’ PC-JV já começou e, sinceramente, promete.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)