Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
14 de Maio de 2006 às 00:00
Cristina Ferreira e Manuel Luís Goucha estão a confirmar que, de facto, o esforço compensa: o programa das manhãs da TVI – ‘Você na TV’ – apresenta resultados cada vez mais consolidados e já se pode dizer que ‘deu a volta’ a um horário que José Eduardo Moniz nunca tinha tido na mão. Já tem. O objectivo de alargar o domínio da estação era evidente há algum tempo.
Sem adversário à altura no horário nobre (a TVI tem uma notável ‘linha’ de 40 pontos de ‘share’ entre as 19h00 e a meia-noite), Moniz entendeu, assim, ser prioritário atacar o período da manhã – conservando ao mesmo tempo os valores equilibrados na tarde, sem precisar, contudo, de fazer aí qualquer investimento extraordinário.
Em Abril, só para lembrar, entre as 14h00 e as 19h00, a TVI – de segunda a sexta-feira – continuou a viver de repetições (‘Circo das Celebridades’, ‘Anjo Selvagem’ e ‘Morangos com Açúcar) e com a dose dupla de ‘Quem Quer Ganha’. Os resultados não sofreram alteração significativa. Na manhã, sim, o objectivo era crescer. E bem. A estratégia, para isso, passava por continuar o caminho iniciado há um ano e meio.
O ‘casamento’ Cristina/Goucha é, antes de mais, muito feliz. Ao atractivo poder de comunicação do experiente apresentador juntou-se uma jovem que é, para além de um bom ‘boneco’, de uma honestidade total. O que impressiona em Cristina Ferreira é que qualquer telespectador consegue perceber que ela está feliz a trabalhar, a realizar um sonho. Entrega-se à missão, esforça-se, ajuda no que é preciso, não tem tiques, é genuína, bem formada, tem vontade de triunfar. Precisa ainda de evoluir, mas ela será a primeira a reconhecer isso. E quando se trabalha assim, os frutos acabam sempre por aparecer. De uma média acumulada, em 2005, de 25,8 pontos de ‘share’, o ‘Você na TV!’ salta, este ano, para um valor de 27,3.
Mais significativa ainda foi esta última semana, onde Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira lideraram quatro dos cinco dias! O programa mais debilitado, nesta fase, é claramente o da SIC – ‘Fátima’: não ganhou nenhum dia, ficou abaixo da TVI em quatro ocasiões e, ainda, atrás da ‘Praça da Alegria’ (RTP) por três vezes (quarta, quinta e sexta-feira). Este quadro na competição matinal só surpreende, porém, os mais distraídos.
O programa da SIC é uma manta de retalhos, onde não há uma única ideia feliz. Lamenta-se, apenas, que até uma boa profissional como Fátima Lopes esteja a ir no ‘arrastão’ que todos os dias invade a antena da SIC entre as 10h00 e as 13h00. No fim, o que restará?
Ver comentários