Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Amanhem-se

Portugal não parou de falar das eleições de hoje na Alemanha. Curioso.

João Pereira Coutinho 22 de Setembro de 2013 às 01:00

A Alemanha não perdeu muito tempo a falar de Portugal e dos restantes ‘porquinhos’ aqui do sul. Por que será? Esquecimento? Embaraço? Náusea? Ou a Alemanha entende que a Europa do sul deve fazer o seu trabalho de casa sem ajudas da ‘mutti’ Merkel?

A segunda hipótese prevalece. Se, para sorte nossa, a economia alemã estivesse no tapete e o desemprego andasse pelos níveis portugueses (para não falar dos espanhóis), talvez a Alemanha tivesse um discurso de ‘solidariedade’, ponderando dívidas comuns e prejuízos partilhados. Azar. A economia germânica cresce. O desemprego não chega aos 7%. E a Alemanha, hoje, negoceia com o mundo inteiro – não apenas com este canto triste e raquítico onde nos encontramos.

alemanha merkel berlim
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)