Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco Moita Flores

Angústia

Àhora a que escrevo está a ser ouvida a mãe de Mad-die. Desconheço aquilo que se seguirá. Mas pelo que se lê, sobretudo as matérias confirmadas pela PJ, há um dado relevante que vale a pena registar.

Francisco Moita Flores 7 de Setembro de 2007 às 00:00
As análises, finalmente, estão a chegar. Mas quem acredita que estes testes são a conclusão deste processo, desengane-se. Ou estou muito enganado ou então não representarão mais do que um passo em frente no esclarecimento deste mistério.
Percebe-se, desde a primeira hora, que a caminhada para a verdade vai ser muito difícil e sejam quais forem as diligências policiais e os resultados obtidos vão ser objecto do feroz ataque de quem preparou a descredibilização de qualquer hipótese que retire validade ao tal rapto.
A PJ e os polícias britânicos envolvidos nesta investigação não enfrentam apenas o desafio de encontrar criminosos. A poderosa teia que denegriu Portugal e a polícia está armada para o resto da farsa que montaram. É uma luta desigual. Sobretudo porque a PJ não consegue reagir ao circo mediático. Está sozinha e frágil. Resta-lhe um consolo. O Vaticano fugiu da propaganda. Pelo menos não serão excomungados por procurarem a verdade, doa a quem doer.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)