Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
17 de Janeiro de 2009 às 00:30

Que deviam pensar duas vezes. Por mim não vejo que o cardeal nessa ceia tenha dito mais do que o ditado pagão "Antes de casares vê o que fazes", ou do que o brocardo geopolítico "De Espanha, nem bom vento, nem bom casamento".

O prelado está certamente pronto a combater todas as violências domésticas mesmo entre católicos, mesmo entre gente sem fé, mesmo entre casais com religiões diferentes neste século de diálogo ecuménico. Só em Portugal há uma média de 52 vítimas desta violência por dia, informa Idália Moniz.

Referiu-se o cardeal apenas aos sarracenos? Pois pecou por defeito e, talvez, por ter ido ao casino! Mas com boa-fé.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)