Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
2 de Julho de 2010 às 00:30

O que se passou esta semana na Portugal Telecom (PT) é paradigmático do que tem sido o pecado de sucessivos governos: vender o capital das empresas e continuar a mandar nelas. Cavaco começou a privatização e Guterres completou-a, apenas no sentido em que foi nos seus governos que se vendeu a agentes privados, nacionais e estrangeiros, o capital da empresa. Mas na PT mandou Cavaco e seus rapazes, reinou Guterres com os seus boys, depois a dupla Barroso-Santana com sus muchachos e agora manda Sócrates. Ninguém pode ignorar, de Anchorage a Vladivostok, que Sócrates é o verdadeiro dono da empresa que Cavaco "pôs no prego" do Estado despesista há quase 20 anos.

A PT é o retrato eloquente de um regime que apodrece à vista do mundo inteiro. Digo regime porque os governos não actuaram sozinhos. Muito pelo contrário…

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)