Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
26 de Junho de 2003 às 00:59
Na prática, o regresso da taxa é a aplicação de um imposto injusto sobre os portugueses, apesar de o Governo ter anunciado que os consumidores em posição “socialmente mais frágil “ ficam isentos da contribuição. Os cidadãos vão pagar um serviço que têm dificuldade em perceber o que é e ainda por cima mantém-se a receita da publicidade.
E com o pagamento através das facturas da electricidade, a RTP nem vai precisar de reeditar o concurso “arreganha a taxa”. Na factura da luz todos vão pagar. Se Manuela Ferreira Leite copiar a ideia para o IRS, acaba-se a fuga fiscal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)