Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Paulo Rodrigues

Até a crise tem limites

Quando os polícias falam na falta de fiscalização das condições de higiene, saúde e segurança no trabalho na PSP, fazem-no porque sentem as péssimas condições com que diariamente são confrontados.

Paulo Rodrigues 19 de Maio de 2012 às 01:00

Pneus de viaturas policiais em mau estado, que rebentam em andamento, travões que, pelo desgaste, não accionam e provocam despistes, motociclos reparados com peças em mau estado que originam acidentes e provocam danos físicos irreparáveis ou Esquadras em estado de degradação avançada são prova da falta de fiscalização que permita às entidades competentes terem uma perfeita noção da realidade.

Prova-se também, apesar de no início de 2012 o MAI ter anunciado 7 milhões de euros para a reparação de viaturas, o desinvestimento a que esta área tem estado sujeita. Já sabemos que se dirá que estamos em crise e que não existe orçamento que permita fazer investimentos, no entanto, este resultado é a evidência de que a falta de investimento nesta área tem décadas, bem antes da crise a que todos recorrem como argumento quando falta a verdadeira vontade para mudar.

Ver comentários