Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6
12 de Abril de 2005 às 00:00
Campeão, lá para a 34.ª jornada. Como se viu pela enésima vez, não há vitórias (nem títulos) antecipados. O campeonato mais disputado de sempre promete drama até ao último minuto da derradeira jornada, e se a nação benfiquista julgava que a coisa já estava mais ou menos no papo enganou-se. O Benfica não só falhou a vitória em Vila do Conde – o golpe de autoridade que lhe teria reforçado o favoritismo – como perdeu o jogo (nos descontos!) e a vantagem tranquilizadora que tinha sobre o maior rival.
O Benfica continua a ser o mais favorito, desde que aprenda a controlar os nervos e a ansiedade. Os exemplos dos dois últimos jogos não auguram nada de bom (já com o Marítimo tinha sido “com o coração”...) e prenunciam uma recta final de sofrimento semelhante àquela que o Sporting viveu em 2000 com Inácio. Até porque o cenário que mais enerva e desassossega os benfiquistas está de novo em aberto: a possibilidade de o jogo com o arqui-rival Sporting (33.ª jornada, na Luz) ser o jogo do título. Sim, pode acontecer.
Quanto ao Sporting, eis a novidade: jogou mal e ganhou. Liedson, claro... o melhor jogador da SuperLiga farta-se de resolver. Os leões não desperdiçaram a oportunidade de se chegarem ao líder e cavaram alguma vantagem sobre o Boavista e o Porto.
Mais importante: o Sporting volta a depender de si próprio para ser campeão. O calendário é complicado e a Taça Uefa provoca desgaste acrescido, mas neste momento não há ninguém que desdenhe as possibilidades do Sporting.
O Braga, vitorioso no Estoril, continua com o título na mira e absolutamente empenhado em tornar-se a primeira equipa não proveniente de Lisboa ou do Porto a qualificar-se para a Liga dos Campeões. Os jogos com o Sporting (casa, 33.ª jornada) e Boavista (fora, 34.ª) dirão até onde vai a ambição de Jesualdo. Para já, o Braga tem três pontos de vantagem – que são quatro! – sobre Boavista e Porto.
Boavista e Porto fecham o quinteto da frente, ambos a seis pontos do Benfica – o título é uma hipótese sobretudo matemática, a luta é mais por um lugar na Liga dos Campeões.
O Boavista arregaçou as mangas e vingou a humilhação imposta pelo Sporting; o Porto, depois do Braga (1-1; 1-3), “arranjou” mais uma desvantagem (0-1; 0-1) que o prejudica em caso de igualdade. Este Porto foi mau com Del Neri, foi mau com Fernández, continua mau com Couceiro...
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)