Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
29 de Janeiro de 2009 às 00:30

Sócrates referia-se ao facto de Borges, vice do PSD, se afirmar contra o aumento de 2,9% para a Função Pública. Acontece que Ferreira Leite já tinha dito concordar com a medida. E horas antes do debate, o PSD revelou que pensava o contrário do seu vice.

Como é possível um amadorismo tão gritante por parte de profissionais da política há tantos anos? Quando o problema parecia residir nas alegações obscuras do tio de Sócrates, afinal é a Oposição que não consegue sair do seu incessante e aflitivo estado de ‘ó tio, ó tio’…

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)