Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5
16 de Fevereiro de 2010 às 00:30

SIM

Devemos sentir-nos orgulhosos. O melhor benefício é o nome de Portugal surgir associado a este cargo. Não um grego, nem um espanhol, mas sim um português. E num momento de crise, é um trunfo. Pode transmitir um sinal de confiança aos mercados.

Rogério Chambel, Editor de Correio do Leitor

NÃO

A eleição de Vítor Constâncio para vice-presidente do Banco Central Europeu será tão boa como a eleição de Durão Barroso para presidente da Comissão Europeia. Orgulho nacional à parte, o benefício efectivo para o País foi o esperado: zero.

José Rodrigues, Editor de Política/Economia

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)