Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
9 de Dezembro de 2008 às 00:30

1. Jornada estranha. O Benfica reencontrou-se com a história. O clube com mais títulos volta a ser líder mais de 3 anos depois. Para isso precisou que o Vitória conseguisse ganhar pela primeira vez em casa esta época, derrotando o Leixões. O anterior líder, que só tinha triunfos longe do Mar, caiu a dois minutos do fim.

2. O Benfica igualou fora de casa um registo com 34 anos, na noite em que Moreira substituiu Quim. Suazo começa a fazer a diferença numa equipa onde Luisão impõe finalmente o seu poder.

3. Sim, jornada estranha. Os grandes venceram todos ao mesmo tempo. Coisa nunca vista neste campeonato.

4. O FC Porto conseguiu o melhor resultado fora. Marcou de bola parada, o que é pouco comum, e teve em Hulk o altruísta da jornada, ao oferecer o 2-0 a Gaurin. O bom enquadramento do 12 no esquema alinhado de Jesualdo é a melhor notícia dos últimos tempos. Como se viu no Bonfim, Hulk já desequilibra mais os adversários do que a sua própria equipa, como sucedeu no arranque da época.

5. O Sporting resistiu a si próprio durante uma hora para depois fazer o suficiente para justificar uma boa vitória fora. O melhor resultado longe de Alvalade, igual ao que conseguiu na primeira jornada: 3-1. Rochemback continua sem convencer, Vukcevic teve regresso perfeito.

6. Os melhores marcadores da Liga não actuam nos grandes. William, Nené e Wesley dão também eles um toque diferente ao campeonato.

7. O Marítimo encaixou mais golos nos 90 minutos frente ao Benfica do que no resto do campeonato.

8. O Nacional obteve o melhor resultado da temporada, com quatro golos marcados num só jogo.

9. O Rio Ave venceu pela primeira vez por dois golos de diferença.

10. Até a Académica conseguiu marcar duas vezes no mesmo jogo. De facto, jornada estranha esta.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)