Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco José Viegas

Blog

Diz-se do escritor americano J.D. Salinger (1919-2010), o autor de ‘À Espera no Centeio’ (estão também disponíveis ‘Franny e Zooey’ e ‘Carpinteiros, Levantem Alto o Pau de Fileira’), que era "temperamental".

Francisco José Viegas 27 de Agosto de 2013 às 01:00

É o mínimo.

Recusava "aparecer", manteve-se em clandestinidade durante a maior parte da vida e viu os seus livros serem banidos das livrarias e das bibliotecas. Foi fotografado algum tempo antes da sua morte, um relâmpago escondido atrás da porta da literatura

 ‘À Espera no Centeio’ (‘The Catcher in the Rye’, de 1951) mudou a vida de milhões de leitores, adolescentes ou não, que encontraram nas suas páginas o precipício que procuravam na própria vida.

Um documentário e uma biografia a sair a 3 de setembro garantem que Salinger deixou cinco livros para serem publicados nos próximos anos. Salvo erro, trata-se de um dos grandes acontecimentos da temporada.

Afinal, Salinger deixou um rasto.

Francisco José Viegas Blog Salinger J. D. Salinger documentário biografia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)